Almoço · Coisas do dia-a-dia · Receitas Fáceis & Rápidas

Nem acredito…

Quase que me parou a respiração quando percebi que passaram mais de 2 meses desde o meu último artigo. Nem acredito! Não que tenha acontecido algo de gravíssimo que me impediu de escrever ou que tenha ficado sem vontade de partilhar o meu diário. Simplesmente aconteceu uma coisa: a vida! Não sou pessoa de clichês,  mas… Continue reading Nem acredito…

Almoço · Coisas do dia-a-dia · Receitas Fáceis & Rápidas

(Quase uma) Dona-de-Casa Desperada

A minha assiduidade está em falha. Este último mês foi como andar numa montanha russa. (ou pelo menos, imagino que tenha sido… dado que nunca andei, nem aspiro a tal!) Estar desempregada é, em tudo, desagradável. O primeiro mês correu muito mal. Andava insuportável, porque francamente, não sabia o que fazer ao meu tempo e… Continue reading (Quase uma) Dona-de-Casa Desperada

Coisas do dia-a-dia · Festa · Receitas Fáceis & Rápidas

O último aos 31

Setembro é o meu mês favorito. Não só porque faço anos, não só porque o T. faz anos, mas porque é quase que uma Pré-Passagem-de-ano. Os miúdos vão para a escola, os graúdos voltam ao trabalho, restabelecem-se novamente as rotinas (há algo de reconfortante na rotina depois das férias), o tempo de chá+manta+sofá volta, as folhas… Continue reading O último aos 31

Coisas do dia-a-dia · Jantar · Receitas Fáceis & Rápidas

Coisas Simples

Antes de tudo, quero agradecer todo o carinho, mensagens e apoio que me têm dado desde a publicação do último post. Sinto-me previligiada. Os últimos dias da semana foram mais complicados, mas ainda assim digeríveis. Ainda estou a aprender a ter os dias livres… tenho aproveitado para tratar de assuntos que tenho deixado para trás, para arrumar alguns… Continue reading Coisas Simples

Coisas do dia-a-dia · Pequeno almoço

E o desemprego bateu à porta

E depois de ouvir o meu cantor favorito (Dave Mathews) a cantar umas das canções que mais gosto (If only), sinto-me confortável para partilhar este post. Desde que cheguei de férias, que os dias não voltaram a ser o que eram. A minha rotina desrotinou-se. Os valores do INR estão demasiado altos (valores de coagulação do sangue),… Continue reading E o desemprego bateu à porta