Coisas do dia-a-dia

Já decidi. E agora?

Socorro

Acabei de jantar e estou feliz.

Para quem costuma terminar por volta das 23:00, 22:30 é quase uma vitória! A importância que 30 minutos fazem na minha vida.

Hoje fui á box. Já tinha saudades de treinar. A última vez que fui, foi na quarta-feira passada porque meteu-se o feriado e andei a tratar de ultimar o blog. 4 dias pareceram 4 semanas. Continuo a ter dificuldades no snatch. E nos squats, nas push-up, nas pull up. Agora que penso, continuo a ter dificuldades em muita coisa, mas adoro ir. “Insiste, persiste e não desiste!”

Quarta-feira que vem é dia de me pesar na minha dietista , o que me levou ao tema deste post. 

Quando decidi praticar CrossFit, achei (do alto da minha sapiência leiga) que, para aguentar os treinos, tinha de comer mais hidratos de carbono e comer em mais quantidade, porque todos me diziam que era um desporto muito intenso e muito duro. Resultado após um mês: mais 2Kg. Não, não era de massa muscular. Se comesse uma ervilha ou espirrasse com mais força, arriscava-me a ferir o olho da pessoa à minha frente, por o botão das calças ter saltado.

A natureza da minha decisão, prendeu-se, não só com a necessidade de manter a minha sanidade mental após um dia de trabalho e ter que descarregar energias, mas também com o meu objectivo de perder peso. Perder peso, não significa só treinar até à exaustão. É tão ou mais importante, fazer uma alimentação equilibrada e adequada ao nosso objectivo. Por isso, é fundamental consultar um profissional de saúde.

Apesar de não ser um profissional de saúde, o J. foi fundamental na minha re-organização alimentar e a forma como comecei a ver a comida. Perdi 6 Kg em menos de 2 meses, tal como havia prometido. Mas depois desses 6 kg, o peso voltou ao seu estado normal, o estado iô-iô. O ter que pesar a comida em todas as refeições, a ânsia pelo dia-da-asneira, as imposições do que não podia comer, tudo isto, aliado ao facto de que eu gosto efectivamente de comer acabou por ser demasiada pressão sobre mim mesma, tornando-se o número de dias em que seguia o plano alimentar igual ao dos que não seguia.

Como já tinha cometido o erro de, após tomar uma decisão, seguir o caminho que me parecia ser o melhor sem pedir ajuda, quando decidi tornar-me vegetariana, pedi ajuda à Cláudia Maranhoto.

Conheci a Cláudia na 1ª box que frequentei e tem sido um prazer conhecê-la e tornar-me amiga dela. É daquelas coisas que não se explica. Sinto-me bem com ela, como se a conhecesse há anos. Com ela posso ser eu, sem estar preocupada com o que vai pensar de mim.

Para além de minha amiga, a Cláudia é dietista. Sem ela, tinha dada outro tiro no pé.

A primeira coisa que me disse, foi “Vais comer mais hidratos de carbono do que estás habiuada, está bem?”. Durante uns segundos deixei de respirar e pensei ” Lá vou eu engordar outra vez!”.  Partilhei esta minha preocupação e ela descansou-me.

No dia 04 de Maio, dia em que fui à primeira consulta e dia em que me tornei vegetariana, estava com ± 71 Kg. Explicou-me onde podia ir buscar a minha fonte de proteínas, deu-me a conhecer alimentos veganos e a forma de os cozinhar e fez-me um plano alimentar.

Passadas 2 semanas, estava com 68,5 Kg e garanto que foram os kg mais fáceis de perder.

Não tenho de pesar a comida, como coisas doces (sem açúcar adicionado, claro!), como de tudo, fruta, aveia, massa, arroz, sopa, tâmaras, passas, frutos secos e até chocolate TODOS OS DIAS!!! Deu-me liberdade para ser eu a descobrir a quantidade de comida que me sacia e acima de tudo disse-me uma coisa fundamental: “Não coloques essa pressão toda sobre ti. Desde que não comas “porcaria”, não stresses.” (Isto porque, num dia em que jantei muito cedo, comecei a sentir fome por volta das 23:00 e comi uma banana com manteiga de amendoim. No dia seguinte, fui muito chorosa confessar-me a ela pois não fazia parte do plano).

Assim, o melhor que vos posso dizer é: “Tomem uma decisão. Peçam ajuda. Não stressem. E sejam felizes!”

Advertisements

Deixe uma Resposta

Preencha os seus detalhes abaixo ou clique num ícone para iniciar sessão:

Logótipo da WordPress.com

Está a comentar usando a sua conta WordPress.com Terminar Sessão / Alterar )

Imagem do Twitter

Está a comentar usando a sua conta Twitter Terminar Sessão / Alterar )

Facebook photo

Está a comentar usando a sua conta Facebook Terminar Sessão / Alterar )

Google+ photo

Está a comentar usando a sua conta Google+ Terminar Sessão / Alterar )

Connecting to %s